Maquiavel, o estrategista pensador e sua contemporaneidade

Autores

  • André Panno Beirão Escola de Guerra Naval - EGN

Palavras-chave:

Maquiavel, Pensamento estratégico, Estratégia, Militar

Resumo

Nicolau Machiavel tornou-se um dos mais célebres e estudados pensadores renascentistas que possibilitou o advento da Era Moderna. No entanto, ainda que sua obra mais famosa seja o livro O Príncipe, outras obras trazem também forte relevância sobre seu viés desbravador. O presente trabalho procura agregar que sua contribuição ultrapassa os umbrais da política, trazendo também inovações na área estratégica e do uso da força pelo poder instituído. Procura-se fundamentar tal estudo no conjunto das obras mais conhecidas do florentino (O Príncipe, Comentários sobre a primeira década de Tito Lívio e A arte da guerra), conjugando e confrontando esse viés para subsidiar o realce de quais áreas do pensamento estratégico ele abordou. Busca, portanto, apresentar sua contribuição na formulação de regras que, somente muito depois, fundamentaram novos avanços do pensamento estratégico ocidental. De outro lado, procura-se também mostrar, por uma abordagem crítica, os caminhos por ele indicados que acabaram por se mostrarem não promissores até os dias atuais.

Referências

BRASIL. Ministério da Defesa. Comando da Aeronáutica. Plano Estratégico Militar da Aeronáutica (PEMAER) – 2010-2031. 2010. Disponível em: http://www.fab.mil.br/cabine/ publicacoes/pemaer.pdf. Acesso em: 10 set. 2016.

________. Ministério da Defesa. Estado-Maior de Defesa. Portaria Normativa n.196/EMD/MD, de 22 de fevereiro de 2007. Aprova o Glossário das Forças Armadas (MD-35-G01). Boletim do Ministério da Defesa, Brasília, DF, n. 009, 2 de mar. 2007.

CARVALHO, E. M. M. (Org.). O pensamento vivo de Maquiavel. São Paulo: Ed. Martins Claret, 1986. CLAUSEWITZ, C. V. Da Guerra. Rio de Janeiro: Ed. Forense, 1993.

________. Estratégia. Rio de Janeiro: BIBLIEX, 1980.

COUTAU-BÉGARIE, H. Tratado de Estratégia. Rio de Janeiro: Escola de Guerra Naval, 2010.

ESCOREL, L. Introdução ao pensamento político de Maquiavel. Brasília, DF: Ed. UnB, 1979.

GRAY, C. S. Strategy in the Contemporary World: an introduction to strategic studies. London: Oxford University Press, 2002.

JOMINI, A. H. Précis de l’Art de la Guerre. Paris: Éditions Cham Libre, 1977.

MACHIAVELLI, N. A arte da guerra; A vida de Castrúccio Castrani; Belfagor, o Arquidiabo. Tradução Sérgio Bath. Brasília, DF: Ed. UnB, 1980.

________. Comentários sobre a primeira década de Tito Lívio. Tradução Sérgio Bath. Brasília, DF: Ed. UnB, 1979.

________. O Príncipe. Tradução Roberto Grassi. Rio de Janeiro: Ed. Bertrand Brasil, 1990.

NOVAES, A. (Org.). A crise do Estado-Nação. Rio de Janeiro: Rocco, 2005.

OLIVEIRA, I. A. R. Teoria Política Moderna: uma introdução. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2006.

PARET, P. Construtores da estratégia moderna: de Maquiavel à era nuclear. Vol 1.Tradução Joubert de Oliveira Brízida. Rio de Janeiro: Ed. BIBLIEX, 2001.

PIELLA, G. C. Entre Ares y Atena: El Debate sobre La Revolución em los Assuntos Militares. Madrid: Instituto Universitário General Gutiérrez Mellado, 2008.

SOUZA, R. A. S. Virtù e Fortuna em Maquiavel a partir da obra ‘O Príncipe’. 2014.

Downloads

Publicado

2022-10-24

Como Citar

Beirão, A. P. (2022). Maquiavel, o estrategista pensador e sua contemporaneidade. Revista Da UNIFA, 30(2). Recuperado de https://revistaeletronica.fab.mil.br/index.php/reunifa/article/view/490

Edição

Seção

Artigos de Opinião