Modelagem de dimensionamento de esforço aéreo da instrução básica de cadetes

Autores

  • Talita Alessandra da Silva Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp)
  • Sergio Rebouças Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp)

Palavras-chave:

PO em aviação, simulação, modelagem de incertezas, previsão, sistemas de apoio à decisão

Resumo

O dimensionamento de esforço aéreo demandado para o treinamento de pilotos de aeronaves é um problema vivenciado anualmente pelas empresas desse setor, tanto na área civil quanto militar. A mobilização de recursos humanos e materiais necessários para suportar diretamente a atividade aérea constitui o principal fator de impacto na gestão financeira. Os contratos de suporte logístico e operacional são firmados com base nesse planejamento e o erro implica consequências negativas, financeiras e administrativas, significativas. O planejamento, quando realizado de forma empírica, dificulta a transparência e entendimento pleno dos fatores considerados durante a análise, além de consumir elevado valor de homem/hora. Este artigo descreve um método para o planejamento e dimensionamento de esforço aéreo necessário para o treinamento de pilotos, na fase de formação básica.  O método proposto consiste em simulação através de modelagem matemática de previsão, envolvendo as ordens de instrução e as restrições operacionais existentes, no intuito de obter previsões precisas no dimensionamento de esforço aéreo. O modelo foi validado através do confronto do resultado com o esforço aéreo real, consumido no período de um ano.

Biografia do Autor

Talita Alessandra da Silva, Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp)

A 1° Ten Eng Talita Alessandra da Silva concluiu o Curso Preparatório de Oficiais da Aeronáutica no CPORAER-SJ em 2016, possui graduação em Engenheira Mecânica-Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (2016) e mestrado na área de Turbinas a Gás pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (2018). Atualmente é Oficial Adjunto à Divisão de Pesquisa e Desenvolvimento do IAOp.

Sergio Rebouças, Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp)

O Ten Cel Av Sergio Rebouças possui graduação em Ciências Aeronáuticas pela Academia da Força Aérea (2000). É Líder de Esquadrilha de Caça, Instrutor de Voo, Chefe Controlador Aeroembarcado e Oficial de Segurança de Voo. Possui especialização em Gestão Pública pela Universidade da Força Aérea (2012), e mes-trado em Análise Operacional pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (2016). Atualmente é Oficial Aluno de Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Aplicações Operacionais.

Referências

D. Schulte, “Estimating Maintenance Reserves,” Boeing Aero, Seattle, WA, pp. 4–11, 2013.

W. L. Winston, Operations Research: Applications and Algorithms, 4th ed. Toronto: Brooks/Cole, 2004.

F. S. Hillier and G. J. Lieberman, Introduction To Operations Research, 9th ed. New York, NY: McGraw-Hill, 2010.

M. Bazaraa, J. J. Jarvis, and H. D. Sherali, Linear Programming and Network Flows, 4th ed. New York, NY: John Wiley & Sons, Inc., 1977.

M. Bazargan, Airline Operations and Scheduling, 2nd ed. Surrey: as, 2010.

P. Belobaba, A. Odoni, and C. Barnhart, The Global Airline Industry, 1st ed. Chichester, UK: John Wiley & Sons, Ltd, 2009.

J. Banks and Wiley InterScience, Handbook of simulation : principles, methodology, advances, applications, and practice. Wiley, 1998.

Publicado

2020-07-21

Como Citar

[1]
T. A. da Silva e S. Rebouças, “Modelagem de dimensionamento de esforço aéreo da instrução básica de cadetes”, Spectrum, nº 21, p. 22-27, jul. 2020.

Edição

Seção

Análise Operacional e Engenharia Logística