Emprego de dados LiDAR na Força Aérea Brasileira

Autores

  • Gabriel Dietzsch Instituto de Estudos Avançados (IEAv)
  • Roberto Neves Salles Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

Palavras-chave:

Laser, LiDAR, Nuvem de Pontos, Identificação, Feições, Sensoriamento Remoto

Resumo

Os experimentos expostos neste artigo foram desenvolvidos com o objetivo de conquistar um desafio internacional do Institute of Electrical and Electronics Engineers. Este desafio forneceu uma imagem gerada a partir do sensor LiDAR, um mapa de elevação e a nuvem de pontos, sendo a última uma nova forma de aquisição de informações não fornecida por outros sensores. Assim que as primeiras informações foram extraídas da nuvem de pontos, vislumbraram-se diversas aplicações dessa tecnologia no âmbito da Força Aérea Brasileira. Os dados LiDAR possibilitam aplicações diretas para diferentes propósitos e, ainda, é um fator de relevante contribuição para aplicações de inteligência. No presente trabalho são sugeridos alguns empregos através das descobertas da Subdivisão de Sensoriamento Remoto, Divisão de C4ISR, do Instituto de Estudos Avançados. Foi possível demonstrar a aplicabilidade do sensor no cumprimento de missões da Força Aérea Brasileira.

Biografia do Autor

Gabriel Dietzsch, Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

O Cap Eng Gabriel Dietzsch possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Mestrado em Engenharia da Computação com ênfase em Geomática pela Universidade do Estado do Rio de Janei-ro (UERJ). Atualmente é pesquisador da Subdivisão de Sensoriamento Remoto (ECR-S) do Instituto de Estudos Avançados.

Roberto Neves Salles, Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

O Cv Roberto Neves Salles possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Itajubá (2001). Atuou como monitor de programação durante a graduação e participou de iniciação científica em visão robótica. Obteve titulação de Mestre em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2011) onde é atualmente doutorando. É pesquisador concursado da Subdivisão de Sensoriamento Remoto (ECR-S) do Instituto de Estudos Avançados.

Referências

Optech Titan Multispectral Lidar System.Disponível em: < https://www.teledyneoptech.com/ wp-content/uploads/Titan-Specsheet-150515-WEB. pdf >. Acesso em: 13 mai. 2018.

Blue Marble GEOGRAPHICS. Disponível em: <http://www.bluemarblegeo.com/products/global mapper-download.php>. Acesso em: 13 mai. 2018

PETERSEN J.F.; AQUINO, M.R.C.; SALLES, R.N. Plataforma AEROGRAF: um SIG voltado para a Força Aérea. SPECTRUM: Revista do Comando--Geral de Operações Aéreas, v. 1, n. 11, p. 26–28, Set. 2008.

LAS SPECIFICATION VERSION 1.4 – R13 Dis-ponível em: < https://www.asprs.org/wp-content/ uploads/2010/12/LAS_1_4_r13.pdf >. Acesso em: 10 fev. 2018.

MAUNE D.F., Digital Elevation Model Techno-logies and Applications: The DEM Users Manual, 2nd Edition.

Publicado

2020-07-21

Como Citar

[1]
G. Dietzsch e R. N. Salles, “Emprego de dados LiDAR na Força Aérea Brasileira”, Spectrum, nº 21, p. 28-32, jul. 2020.

Edição

Seção

Comando & Controle e Defesa Cibernética