Treinamento e organização da Força Aérea Brasileira para a Defesa Hemisférica: o papel da Divisão Aérea da Comissão Militar Conjunta Brasil-Estados Unidos (1945)

Autores

  • Dennison de Oliveira

Palavras-chave:

Segunda Guerra Mundial. Força Aérea Brasileira. Divisão Aérea da Comissão Militar Conjunta Brasil-Estados Unidos.

Resumo

A pesquisa está voltada para as atividades de treinamento e organização da Força Aérea Brasileira (FAB) em seu período formativo à época da Segunda Guerra Mundial. O problema aqui proposto é entender de que forma se deu a transição de uma série de aeronaves de diferentes origens para uma padronização com base em modelos fabricados nos Estados Unidos da América (EUA), em especial no que se refere às atividades de treinamento em unidades de caças P-40 e bombardeiros médios A-20 e B-25. As questões colocadas por este trabalho dizem respeito a lacunas e mitos encontrados na literatura disponível sobre o tema. Os textos disponíveis omitem totalmente o importante papel desempenhado pelos militares estadunidenses da Divisão Aérea da Comissão Militar Conjunta Brasil-Estados Unidos (AD/JBUSMC - Air Division Joint Brazil-United States Military Commission) ao longo de 1945. A metodologia do trabalho consiste em, primeiro, um breve comentário sobre obras relativas à História da FAB no período e, em seguida, uma análise e interpretação de fontes legadas pela citada Divisão, resultado de pesquisa nos arquivos nacionais dos EUA (NARA II – National Archives and Records Administration, Maryland - USA). Os resultados obtidos dizem respeito à descrição e à quantificação das atividades de treinamento e organização da FAB executadas ou propostas pelos militares estadunidenses. A discussão pretende contribuir para uma radical e extensa revisão da História da FAB até aqui disponível.

Publicado

2016-04-15