AQUISIÇÃO DE ITENS AERONÁUTICOS VIA PROGRAMA FMS: o princípio da economicidade e a disponibilidade da frota do Projeto F5

Autores

  • Aline Bonfim
  • Mariana Cavalcante
  • Fábio Fernandes
  • Letícia Theodoro

Palavras-chave:

FMS. Catalogação. Aquisição. Projeto F5.

Resumo

O presente estudo de caso teve como objetivo analisar o impacto na aquisição de itens aeronáuticos via Programa FMS, devido à ausência da catalogação destes itens, considerando o princípio da economicidade e a disponibilidade da frota no Projeto F5, uma vez que os itens catalogados aparentam ter aquisição mais rápida e econômica no referido Programa. Além disso, foi comparada a quantidade de itens não catalogados com os catalogados no Projeto F5, a partir de relatórios enviados pelo CECAT. Foi analisado e comparado o tempo total do processo de compra das requisições emitidas pelo PAMASP, no ano de 2014, do Projeto F5, tanto para os itens catalogados e para os não catalogados. Por fim, ainda foi realizada a análise e crítica do tempo total do processo de compra no FMS e na CABW. Os dados foram obtidos a partir de informações reais coletadas juntamente à Divisão de Obtenção do PAMASP, extraídos do sistema SILOMS. Foram também apurados junto ao CECAT dados reais sobre os itens catalogados ou não naquele Centro para o referido Projeto, por meio do sistema SISMICAT. Os resultados apontaram que a catalogação teve influência direta na celeridade das requisições via Programa FMS. Outro fator relevante percebido durante o estudo foi o acordo firmado com o governo dos EUA em manter o estoque de determinados materiais, o que também teve influência nessa celeridade. Com isso, a disponibilidade da frota é afetada diretamente pela rapidez da entrega do material no depósito na CABW e, consequentemente, no seu envio para o Brasil. Os resultados apontados poderão contribuir para maior dedicação do requisitante na atividade de catalogação, uma vez que os recursos orçamentários podem ser direcionados de maneira mais precisa e eficiente, apoiando diretamente no planejamento da OM se relacionado diretamente com o princípio da economicidade.

Publicado

2020-10-23

Edição

Seção

Artigos