EMPREGO DE DISJUNTOR PALATINO ENCAPSULADO NA EXPANSÃO RÁPIDA MAXILAR PREVIAMENTE À TERAPIA DE TRAÇÃO REVERSA DA MAXILA

RELATO DE CASO

Autores

  • 1º Ten Meneguzzi

Palavras-chave:

técnica de expansão palatina, má oclusão, ortodontia corretiva

Resumo

A expansão rápida maxila (ERM) é uma das principias técnicas de correção da deficiência transversal maxilar, corrigindo, assim a mordida cruzada posterior, além de aumentar o perímetro do arco dentário. Utiliza-se, também, associada à terapia de tração reversa da maxila, por promover a desarticulação das suturas circum-maxilares e favorecer o avanço maxilar por meio de crescimento ósseo aposicional sutural. O presente relato de caso, trata-se da paciente G. R., com 10 anos de idade, na fase de dentição mista que possui um padrão esquelético de Classe III associado à deficiência maxilar transversa. Além disso, a mesma apresenta hábito de deglutição atípica com interposição lingual, resultando numa mordida aberta anterior. O tratamento proposto foi de ERM, utilizando um disjuntor encapsulado tipo McNamara modificado com grade palatina fixa, seguido de terapia de tração reversa maxilar com máscara facial de Petit. Optou-se pela utilização de um disjuntor palatino encapsulado em virtude da paciente apresentar um plano mandibular com ângulo obtuso, face longa e mordida aberta anterior, cujo deslocamento inferior da maxila, torna-se desfavorável nos pacientes com tendência de crescimento vertical.

Publicado

2019-10-01

Como Citar

Meneguzzi, R. D. (2019). EMPREGO DE DISJUNTOR PALATINO ENCAPSULADO NA EXPANSÃO RÁPIDA MAXILAR PREVIAMENTE À TERAPIA DE TRAÇÃO REVERSA DA MAXILA: RELATO DE CASO. Revista Odontológica Do Hospital De Aeronáutica De Canoas, 1(001), 33-39. Recuperado de https://revistaeletronica.fab.mil.br/index.php/rohaco/article/view/53